Que 2017 será o ano dos vídeos na internet, não resta dúvida.

A previsão da empresa de marketing digital SyndaCast é que 74% do conteúdo postado no Facebook seja de vídeos. Isso porque os vídeos chegam a um maior número de usuários, sabia disso?

Os LIVES ou ao vivo, também do FACEBOOK, tem uma entrega ainda maior pela rede social, sendo uma ótima alternativa para quem quer incrementar o número de curtidas na FanPage. E agora, o Instagram também abriu esse recurso que notifica todos os seus seguidores quando um vídeo é feito. Genial!

Por isso se você ainda não tomou coragem, é hora de arriscar e apertar o PLAY. Mas antes, dá uma olhadinha nessas dicas para deixar seu vídeo amador com ar profissional.

 

 

ROTEIRO

Essa história de fazer vídeo no improviso, definitivamente, não dá certo. A não ser que você não tenha uma estratégia para a veiculação dos seus vídeos e eles sejam só uma distração. Mas se estamos falando de conteúdo estratégico em redes sociais, você deve começar com um bom roteiro.

Para isso é preciso determinar o assunto que irá falar, lembrando que o vídeo não pode ser muito extenso, então seja pontual e simplista na escolha do tema. Quanto mais específico e claro for, maior a chance da mensagem chegar ao público. Por exemplo, se quiser falar sobre ansiedade:

EVITE: Avaliação da ansiedade em homens e mulheres. ( deixe o título para sua tese de mestrado).

USE: Como superar uma crise de ansiedade?

Lembrando que temas que ensinam algo ou respondem dúvidas comuns do seu público-alvo sempre tem uma aceitação melhor.

A ordem do roteiro também é importante e deve começar sempre com uma apresentação muito rápida do seu nome e o tema. As pessoas ficam em média 3 segundos conectadas a um vídeo antes de decidir se continuam ou não acompanhando o conteúdo. Por isso, seja rápido para chamar a atenção do seu público.

EVITE: Boa noite ( os vídeos não tem horário) eu sou cardiologista, formado por……….., especialista em …………., com título em …., CRM……

USE: Olá, eu sou o Dr. Júlio Augusto, cardiologista, e hoje vou ensinar como superar uma crise de ansiedade.

A segunda dica é estabelecer uma relação de identificação com seu público e a melhor forma é dizer que sabe o que ele está sentindo de forma muito clara.

USE: Esse vídeo é para você que achou que estava morrendo depois de sentir fortes dores do peito, palpitação, boca seca, etc…

Por fim, coloque o seu conteúdo de forma pontual, em forma de lista, e muito clara. Sempre com dicas simples e rápidas, preferindo a ordem direta nas frases para facilitar a compreensão.

E termine seu vídeo com um chamada de ação que faz parte de toda estratégia de marketing digital. Ou seja, o que você deseja que aquele usuário faça depois de assistir seu vídeo? Deixe um e-mail de contato, curta seu Facebook, se inscreva em um curso online, baixe um e-book?

Lembre-se, você acabou de oferecer algo muito positivo para essa pessoa e ela pode querer retribuir ou acompanhar outros conteúdos. Facilite esse caminho!

 

CENÁRIO

Muito cuidado com o local escolhido para gravar seu vídeo, ele deve estar de acordo com a identidade que você deseja passar a seu respeito e com o público para o qual está falando. Se for uma terapeuta floral, por exemplo, o local deve ter flores, iluminação e cores suaves. Na dúvida, procure locais com pouca movimentação, boa iluminação, pouca poluição visual, mas também evite paredes brancas. ( é preciso ter elementos em cena e um pouco de profundidade).

 

 

ILUMINAÇÃO

A principal dica é nunca gravar contra a luz, ou seja, cuidado com aquela varanda que você acha linda. Procure locais com boa iluminação, mas fuja de espaços abertos, quando estiver muito sol, para não correr o risco de criar sombras no seu rosto ou fazer o vídeo com os olhos fechados. Já se o dia estiver nublado, essa é uma ótima luz natural para aproveitar! Quando estiver em ambientes internos, use a luz ambiente e sempre que possível, coloque um abajur ou qualquer outro foco de luz atrás de você. ( eles ajudam a definir a silhueta e deixam um efeito muito profissional nos vídeos).

 

 

CAPTAÇÃO

Os vídeos podem ser feitos com um aparelho celular com boa resolução, mas sempre é importante deixá-los em um tripé para evitar aqueles vídeos tremidos que ninguém aguenta ver por muito tempo. Outra opção são as câmeras DSLR que tem uma capacidade de gravação digital e deixam o vídeo com aspecto profissional. O áudio pode ser captado pelo próprio microfone do celular ou, para deixar a qualidade melhor, em gravadores de voz que podem ser ligados à microfone de lapela ( aqueles que ficam presos nas blusas).

 

FIGURINO

Muito cuidado com esse item porque ele pode destruir seu vídeo! Quanto mais informação tiver na sua roupa, menos as pessoas prestam atenção na sua mensagem, por isso, os jornalistas usam roupas neutras e sem estampas. A dica é sempre optar pelo mais básico, sem listras, sem estampas e fugindo do branco se for gravar em ambiente externo ( essa cor rouba toda a luz pra ela e você pode parecer um fantasma no vídeo). Os acessórios e a maquiagem ( no caso das mulheres) também devem ser usados com muito cuidado!

Mas é claro que a forma como vai se vestir deve estar de acordo com a imagem que deseja passar e o seu público-alvo. Uma nutricionista FIT, por exemplo, pode preferir usar roupas de ginástica porque é dessa forma que o público se identifica com ela.

 

Dicas anotadas?  Então, que tal experimentar e gravar?

 

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário